Zumbis – O início

Para quem me conhece de tempos é fácil imaginar que se eu gosto
muito de alguma coisa, dia ou outro eu vou correr atrás das origens
dela. E essa vez não foi diferente – no dia do apagão geral que ocorreu
no Brasil, começamos uma campanha muito interessante no Twitter que
envolvia o pessoal do Jovem Nerd , o
protocolo Bluehand. Não entrarei em detalhes do que se trata o tal
protocolo Bluehand que teria que me estender um pouco mais sobre o
assunto, mas com uma pesquisa você acha fácil o que é. O que você
precisa saber, é apenas que zumbis estão envolvidos na história. E aí
está, resolvi compartilhar meus conhecimentos sobre zumbis que eu
pesquisei as cinco da manhã de um dia qualquer 😛

A origem etimológica da palavra “zumbi” provavelmente é proveniente
da lingua dos índios ocidentais, onde “jumbi” significava fantasma. Outra
alternativa seria “nzambi” a palavra congolesa que significa “o espírito
de uma pessoa morta”. E essa explicação inútil foi só para mostrar que
muita coisa importante veio de outras fontes a não ser o latim. qualquer
besteira dita em latim é replicada por aí a torto e direito, e isso é
muito idiota.

O mais surpreendente dessa história toda é que os Zumbis são
provenientes da cultura do haiti. Sim, leitor, do haiti! – e que até faz
um pouco de sentido, visto que o lema do país é “A união faz a
força”, a frase que define a ameaça dos morto-vivos.

As pessoas eram convertidas em zumbis por meio de um pó aplicado
sobre a pele. Um estudo realizado por um cientista sobre esse tipo de
prática sugeria que o tal pó rachava a pele, deixando as substãncias
entrarem na circulação. Dentre várias substâncias, a tetrotodoxina
provoca uma leve letargia em pequenas quantidades, mas pode levar a
morte em grandes quantidades. E em uma dosagem misteriosa pode deixar o
cara “meio morto” por horas e voltar a vida depois. Claro que isso tudo era acompanhado de
rituais de sacerdotes para terem apenas o papel de justificar falhas com
desculpas divinas. A veracidade dessa pesquisa na transformação de
pessoas em “supostos zumbis” foi totalmente questionada por outros
pesquisadores que conseguiram contrapor vários pontos desses resultados,
mas nem todos. O fato é, que a cultura ainda permanece, e era uma
espécie de lenda urbana.

Vejam bem, os cientistas nunca sugeriram que existiram zumbis de
verdade. A idéia era mostrar da onde vinha essa crença popular, onde as
pessoas acreditavam que acabavam morrendo após a aplicação de tal pó e
depois voltavam a vida, mas era apenas uma suposta letargia gigantesca.

Seja lá qual for a realidade por trás desta história, outro fato
interessante sobre os zumbis é que o sal os concedia força/mais poderes,
do contrário eram apenas moribundos podendo facilmente serem confundidos
por bêbados na primeira semana de decomposição. Não sou um entendido de
filmes de zumbi ou jogos, mas que eu me lembre eu nunca ouvi falar no
sal dar poder para os zumbis.
Muito curioso, porque é algo da cultura primitiva, que
normalmente é levado como uma característica para o cenário onde fazem a
adaptação da lenda, história, etc.

Enfim, até mesmo uma cultura local pode se transformar em um dos
temas mais adorados para games, filmes e quadrinhos. A noite dos mortos
vivos, o filme que é considerado o marco da entrada dos zumbis no
cinema, por ter sido bem feito arrecadou uma legião de admiradores para
continuar com essa cultura. Lá por 2100, quando ninguém
souber mais sobre o que escrever, eles criarão filmes sobre mula sem
cabeça que são cavalgadas por cavaleiros do apocalipse. Meio maluca a
idéia, definitivamente ela é; – Mas imagine, é uma distorção da história
original adaptada para dar um bom pano de fundo para outras histórias. Ou só é
mesmo bem idiota.

Anúncios

~ por lucasradaelli em 27 de novembro de 2009.

3 Respostas to “Zumbis – O início”

  1. haha a idéia da mula sem cabeça apocalíptica nao é tao ruim, talvez se fosse um cavalo sem cabeça seria melhor xD

  2. Hahahahaha, faz assim então. Cavalos sem cabeça levam a elite dos cavaleiros morto-vivos e as mulas levam tipo os párias morto-vivos =P

  3. caaara curti essa pesquisa sua, so muito fã d zumbi xP
    me polpou(?) o trabalho de pesquisar isso =D
    e sempre achei q “zumbi” tinha um som meio africano msm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: