[A Saga do Cão Guia] – Capítulo 4

Ok, pessoal. Não vou conseguir mais postar todo dia contando sobre o meu dia, então vou começar a meio que resumir as coisas mais importantes que ocorreram nos últimos. Está realmente ficando apertado o tempo por aqui, e as pausas que temos estão sendo cada vez menores.

Estamos seguindo normalmente a mesma rotina que vocês já conhecem. Acordar as 6 da manhã, dar água, comida e levar o cachorro ao banheiro, a sessão de obediência com os comandos básicos, depois tomar um café (adoro essa parte).

Depois disso, normalmente vamos para White Plains, uma cidade a uns 20 a 30 minutos de Yorktown Heights. Vamos lá, onde eles tem uma casa grande de madeira, e ficamos por lá enquanto não vem nossa vez de ir para a rua. Essa casa também é bem bacana, e tem várias coisas. Eu gosto bastante de ficar no andar superior em uns sofás bem confortáveis conversando com um pessoal.

Quinta-feira foi o primeiro dia que eu andei com o Timmy na rua, e de uma coisa eu tenho certeza: Nunca mais vou querer a bengala. Logicamente, haverão situações onde deverei usar a bengala e não o cão, mas no dia a dia, sem chance; Andar com um cão guia é uma coisa impressionante.

O movimento flui, é o que eu posso dizer. Você sente uma segurança e é como se você não fosse mais cego. Você simplesmente vai andando e acompanhando o passo dele, desviando das coisas junto dele e dando os comandos apropriados. Com certeza, você tem que saber o caminho onde você quer ir; o cachorro não vai te levar para a sua casa se você falar ‘to the house’, isso não. Ele obedece comandos tal como virar para a esquerda, direita, até a porta, até a escada, até o meio-fio, em frente, mais rápido, etc. O que não é tão difícil, o que quero dizer é, eu sei o caminho que eu tenho que pegar para ir a padaria, a faculdade, ao shopping, o que eu preciso fazer é só pedir para meu cachorro me levar lá, dando uma série de comandos, fazendo que andemos três quadras, depois viramos, continuamos, por exemplo.

A cada volta que damos, sinto que estamos melhorando. O que pode causar alguma confusão? O que tem para ser melhorado? É meio difícil eu explicar para vocês, acredito. O instrutor sempre acompanha a gente, e faz correções do tipo nosso alinhamento com o do cão, distância que estamos caminhando dele, como reagimos em relação as curvas que ele faz. As vezes você não sente que o cão está virando para a direita, ou seja, indo na sua frente, visto que ele fica normalmente na sua esquerda, você acaba tropessando de leve nas patas dianteiras dele até que você percebe que ele está virando e vira também. Como eles dizem normalmente por aqui ‘Você precisa ler a linguagem corporal do cachorro’, e é isso mesmo. A dupla precisa conseguir entrar em sintonia, as horas que ele começa a andar mais rápido, mais devagar, quer puxar você para algum lado para desviar de alguma coisa, etc e etc.

Quando vamos para White Plains, almoçamos por lá mesmo, e voltamos quase no final da tarde, em tempo de levá-los ao banheiro mais uma vez. Depois disso já vem a janta e uma aula, que normalmente dura de uma hora a uma hora e meia, ensinando coisas sobre o nosso treinamento, e tudo mais.

Tem sido difícil. Requer paciência, dedicação, disciplina, e algo que não podemos controlar, o tempo. Tempo até que a dupla entre cada vez mais em sintonia e o cão passe e entender exatamente o que você quer dele, quando você pede. Eles sabem fazer o que eles foram ensinados a fazer muito bem, o que é preciso é corrigir os maus hábitos, melhorar o que eles já sabem, ou seja, incentivar os melhores acertos deles quando damos um comando, o que fazemos normalmente com comida, uma espécie de gratificação.

Quando o Timmy está trabalhando, ou seja, me guiando, eu consigo ver que estamos progredindo muito. Já quando ele só está com a leash (correira, trela), ele se destrai muito fácil quando vê outros cachorros, sente um cheiro novo, o que requer a necessidade de ser bem insistente com ele e melhorar sua atenção, o que resolvemos com as sessões de obediência todos os dias de manhã.

Antes de dormir levamos eles no banheiro às 7 e meia e às nove e meia novamente. Precisamos conhecer os horários do nossos cães, em que horas eles preferem ir ao banheiro, o que eles fazem em cada vez, número 1 ou 2, a fim de ser possível no futuro ajustar os horários do cão para coincidir com nossos horários.
A sexta-feira não foi muito diferente da quinta. Fizemos a mesma rota perto do outro centro de treinamento em White Plains, cada dia corrigindo e melhorando nosso envolvimento com o cão.

Espero melhorar cada vez mais, e estou confiante que isso será possível. Trabalho duro e confiança, é o que vai nos ajudar nessa tarefa. Valeu por tudo até agora, Timmy!!! Eu já gosto muito de você!!!

Anúncios

~ por lucasradaelli em 12 de março de 2011.

5 Respostas to “[A Saga do Cão Guia] – Capítulo 4”

  1. can’t wait to meet Timmy!

  2. Grande lucas! Grande Timmy! voces vão fazer uma bela dupla! tô ansioso por novos posts.

  3. Eu tenho uma dúvida! Quando chegar a hora do Timmy se aposentar eles vao te dar outro cão? E o Timmy vai ter que voltar pros EUA?
    No mais, fico feliz pelas coisas estarem dando certo, logo logo vocês vão entrar numa sintonia perfeita, tipo Eragon/Saphira hahaha.

    • hahahahahaha, sou um cavaleiro de cachorro agoraw auhauhauhaua – então, vão dar outro sim. Quando o Timmy se aposentar, eu posso escolher ficar com ele na minha casa, deixar que alguém próximo cuide dele, ou retorná-lo a família de adoção que cuidou dele até ele ter um ano e meio de idade. A maioria das pessoas gosta de ficar com os seus antigos cães guia, porque se apegam muito a eles, mas claro que cada caso é um caso, e tem gente que não tem como cuidar de dois cães em casa porque sai muito, trabalha o dia inteiro, etc. Tem gente na minha turma que está voltando já para o oitavo cão, dá pra imaginar? essa mulher tem cães guia desde 1961.

      • Caramba 8 cães é mais do que eu terei na vida, apesar de querer bem mais =P. Com quantos anos eles se aposentam?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: